Artes
 
Kristofer Paetau
Kristofer Paetau
Kristofer Paetau
 

“Minha arte é um tratamento homeopático”
Kristofer Paetau – Artista plástico

 
18/12/2013
 



Kristofer Paetau juntamente com Ondrej Brody, vem causando inquietação com a sua arte. Com “TransRatFashion – Custom-Made Fashion Accessories”, criaram cinco peças a partir de ratos como se fossem da Chanel: sutiã, calcinha, bolsa, lenço e par de sapatos de salto alto. Faz parte desse trabalho fotografias e vídeos de travestis posando com elas. Em “Wanted Works” (Trabalhos desejados), Brody e Paetau trataram do estrelismo da maioria dos curadores mundo afora. Já em “Ein Lebendiger Gartenzwerg in Bad Ems” (Um gnomo de jardim vivo em Bad Ems) ganhou o prêmio de arte pública "Kunstpreis Balmoral", pela provocação na pequena cidade alemã repleta de jardins enfeitados, no qual o ator tcheco de estatura bem baixa Josef Zeman acompanhou os dois artistas posando como gnomo vivo nos jardins. Em "Pintar a China Agora" que fica em cartaz no MAM Rio de dezembro a fevereiro de 2014, a dupla tcheco-finlandesa fala das condições precárias de trabalho, além da tortura e perseguição de dissidentes no país asiático. "Mais do que simplesmente um preconceito com o meu trabalho, acho que é o medo das pessoas de se encarar a si mesmas e de encarar o mundo em todos os seus aspectos chocantes e repugnantes. Muitas vezes é preciso ter coragem para se encarar sem maquiagem ou de conseguir rir de si mesmo quando erramos. Por isso eu gosto de pensar no meu trabalho como "Crítica Homeopática", afirma o artista.