Cinema
 
Cacá Diegues
Cacá Diegues
Cacá Diegues
 

“Devo ser um coronel de merda”
Cacá Diegues – Produtor e diretor de cinema

 
08/05/2013
 



O alagoano Carlos Diegues foi um dos fundadores do Cinema Novo. A maioria dos seus mais de 18 filmes, foi selecionada por grandes festivais internacionais como Cannes, Veneza, Berlim, Nova York e Toronto, e exibida comercialmente na Europa, nos Estados Unidos e na América Latina - o que o torna um dos realizadores brasileiros mais conhecidos no mundo. Numa fase crítica da economia cinematográfica do país, realizou dois filmes de baixo custo, "Um Trem para as Estrelas" (1987) e "Dias Melhores Virão" (1989). É oficial da Ordem das Artes e das Letras (l'Ordre des Arts et des Lettres) da República Francesa. Também é membro da Cinemateca Francesa. O Governo brasileiro também lhe concedeu o título de Comendador da Ordem do Mérito Cultural e a Medalha da Ordem de Rio Branco, a mais alta do país. "Depende do filme a que você estiver se referindo. Os americanos aprenderam a fazer filmes ao gosto mundial. Alguns são bons, outros são muito ruins. Alguns bons não são muito vistos, outros ruins fazem sucesso. Não é justo, mas não posso proibir o público de ir ao cinema e ver o filme que quiser. (...) Hoje se faz filmes em todo lugar do mundo e se multiplicaram os meios de difusão deles. A sala não é mais a única forma de mostrar um filme e quem pensa assim está sendo um dinossauro preconceituoso. (...) Leio as críticas com atenção, mas sei distinguir as que valem à pena e as que não valem", afirma o cineasta.