Economia
 
Alexandre Schwartsman
Alexandre Schwartsman
Alexandre Schwartsman

Alexandre Schwartsman foi economista-chefe do grupo Santander Brasil e diretor de Assuntos Internacionais do Banco Central (BC) durante o Governo do ex-presidente Lula. Schwartsman formou-se em administração pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e em economia pela Universidade de São Paulo (USP). Cursou doutorado em economia na Universidade da Califórnia, em Berkeley. Em sua carreira também constam passagens pelo Unibanco e pelo Bankers’Association (BBA). É colunista do jornal "Folha de S.Paulo". “É uma sociedade com fortes traços corporativistas e que desconfia do mercado. Veja só a decisão recente do STJ de não só proibir, como também cobrar retroativamente, a “taxa de conveniência” cobrada pelas empresas de ingressos. Estamos falando de decisões voluntárias, em que ninguém foi obrigado, com uma arma na cabeça, a comprar ingressos no site ao invés de se deslocar pessoalmente e pegar uma fila. Mostra também desconhecimento de como funciona uma economia de mercado. É óbvio que não será a proibição da taxa de conveniência que inviabilizará o capitalismo no Brasil, mas deve ficar claro que representa a mentalidade dominante nos meios judiciários e no país como um todo: pessoas têm que ser protegidas o tempo todo, como se fossem incapazes de defender seus próprios interesses”, afirma o renomado economista.