Música
 
Danilo Brito
Danilo Brito
Danilo Brito
 

“A busca pela perfeição é revigorante”
Danilo Brito – Bandolinista e compositor

 
30/03/2018
 



Danilo Brito começou a tocar por volta dos 5 anos por influência de seu pai, bandolinista amador. Na sua casa eram tocados diariamente os discos de Waldir Azevedo e Jacob do Bandolim. Seu primeiro instrumento foi o cavaco e, sua primeira execução, o chorinho "Delicado" de Waldir Azevedo. Em pouco tempo, também tocava músicas de Jacob do Bandolim no instrumento de seu pai. Mais tarde, optou por dedicar-se ao bandolim. Foi convidado pela primeira vez a tocar no exterior aos 19 anos, mas precisamente na Espanha, na final do torneio de regatas. A cerimônia de entrega de prêmios não encobriu a sua performance: o pavilhão ficou completamente lotado para vê-lo tocar e foi longamente ovacionado. Nos EUA, sua estreia não foi diferente. Em 2009, com o apoio do Ministério da Cultura do Brasil, apresentou-se e ministrou oficinas no festival de música acústica Wintergrass. O trabalho de Brito é voltado para a pesquisa e o estudo de conjuntos, arranjos e composições. Em 2006 passou a promover eventos gratuitos de música instrumental, declarando sua intenção de popularizar o gênero e torná-lo acessível. Organizou diversas vezes o espetáculo “Roda de Choro”, em que conduziu apresentações pautadas pelo conhecimento tradicional e improviso, unindo outros músicos brasileiros da atualidade. Em 2008 fundou a produtora e selo musical Orpheu Music, que executa projetos de produção e preservação da música brasileira.