Música
 
Martinho da Vila
Martinho da Vila
Martinho da Vila
 

“Eu nunca me espelhei em ninguém”
Martinho da Vila – Cantor, compositor e escritor

 
17/05/2010
 



Nascido em Duas Barras, filho de lavradores da Fazenda do Cedro Grande, Martinho José Ferreira mudou-se para o Rio de Janeiro com apenas quatro anos. A carreira artística surgiu para o grande público no III Festival da Record, em 1967, quando concorreu com a música "Menina Moça". O sucesso veio no ano seguinte, na quarta edição do mesmo festival, lançando a canção "Casa de Bamba", um dos clássicos do sambista. É, desde 2005, filiado ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB). Em 2009, foi lançado o documentário "O Pequeno Burguês - Filosofia de Vida", que conta um pouco da vida artística e particular do artista. Embora internacionalmente conhecido como sambista, com várias composições gravadas no exterior, Martinho da Vila é um representante da MPB sendo um compositor eclético que criou músicas dos mais variados ritmos brasileiros. "Sempre fui livre. Escrevi num samba: "A liberdade é um sonho de quem permitiu se aprisionar”. Criei o grupo para, sendo proprietário de uma editora musical, outra literária, um selo fonográfico e uma produtora artística, poder ter o domínio das minhas criações. (...) O agradável é que o samba, antes perseguido pelo poder, hoje é assediado por ele e entre os sambistas que antes eram todos pobres e discriminados, há muitos bem-sucedidos e conceituados", afirma o renomado cantor, compositor e escritor.