Entrevista publicada em 17/01/2019 por Eder Fonseca em Publicidade
 
 

“Nossa grande vantagem é a criatividade”
Sheila Wakswaser – Sócia e CFO da Lew’Lara\TBWA

Sheila Wakswaser

Com formação superior em Economia pela UFRJ e pós-graduação em Administração de Agências pela Babson School de Boston, Sheila Wakswaser possui mais de 35 anos de experiência na área financeira. Atuou em bancos internacionais (Chase Manhattan e Lloyds Bank) e foi uma das primeiras turmas mistas (homens e mulheres) nos bancos, onde atuou entre os anos de 1982 e 1990. Depois disso, foi convidada para criar uma área de tesouraria comum do Grupo internacional WPP, onde ficou por 7 anos. Primeiro como tesoureira do Brasil e depois como tesoureira da América Latina. Em 98, foi para a Holding internacional Omnicom, com passagens nas empresas Rapp Collins, Interbrand, Inpress, até chegar na Lew’Lara em 2008. Em 2013, tornou-se sócia da agência e hoje exerce o cargo de Chief Financial Officer da Lew’Lara\TBWA liderando um time composto por mais de 50 pessoas, incluindo departamentos de RH, Tecnologia e Financeiro. No cenário atual, 19% das mulheres no mundo estão no cargo de liderança na área financeira, segundo o último levantamento Womem and Business, International Business Report (IBR) – Women in Business, realizada pela Grant Thornton. “Vivemos num mundo cheio de possibilidades, nada mais é binário. Cada questão tem que ser avaliada com critério e bom senso. Não comprometer a qualidade do trabalho ou ganhar um cliente é mais importante que manter a rentabilidade de um projeto”, afirma.

 

Você tem uma grande bagagem no mercado financeiro. Que experiência você trouxe desse setor para o mundo da publicidade?

Minha formação vem do setor bancário. Trabalhei muitos anos em relacionamento com grandes grupos multinacionais. Dessa forma, a maior experiência que eu trouxe é imprescindivelmente ter uma visão abrangente sobre o business como um todo, focando sempre na melhoria de processos e resultados.

 

Quais as maiores armadilhas da publicidade atual?

Manter-se relevante. Nós na Lew’Lara\TBWA estamos fazendo um caminho muito corajoso e desafiador, sempre pautados pela criatividade, inovação, tecnologia e vontade de fazer diferente. As conquistas de 2018 mostram que estamos no caminho certo.

 

Qual o maior desafio de ser CFO na Lew’Lara\TBWA?

Administrar o budget com as expectativas da agência visando a um trabalho de excelência é um desafio. Mas sempre foi muito estimulante trabalhar na Lew’Lara\TBWA e, aqui dentro, sempre tive apoio incondicional dos sócios para implementar modelos de gestão compatíveis com a nossa matriz.

 

É mais importante dizer não do que sim para um CFO?

Sim ou não é muito simplista.

 

Então o que é importante dizer?

Vivemos num mundo cheio de possibilidades, nada mais é binário. Cada questão tem que ser avaliada com critério e bom senso. Não comprometer a qualidade do trabalho ou ganhar um cliente é mais importante que manter a rentabilidade de um projeto.

 

Em que momento um CFO se sente sozinho mesmo com outras pessoas ao seu redor?

Aqui na agência, somos todos muito parceiros. A troca de experiências e conversas com meus sócios e com a minha equipe acontece a todo momento. Afinal, hoje lidero mais de 50 pessoas de três áreas diferentes, como RH, Financeiro e Tecnologia.
A sócia

Liderança: A sócia da Lew’Lara\TBWA, Sheila Wakswaser (Foto: Paola Vianna/AP)

 

O que lhe conduz em suas tomadas de decisões?

Minhas decisões são baseadas em ética, comprometimento, muito estudo e, claro, muita experiência.

 

Já sentiu alguma dificuldade em liderar operações na área financeira por ser uma mulher?

Em toda a minha carreira, nunca foi um obstáculo ser mulher. Sempre tive chefes e subordinados que me apoiaram e incentivaram. Mesmo quando trabalhei em banco, um local bastante masculino, foi em uma época em que eles estavam investindo em mulheres, tanto que participei de uma das primeiras turmas mistas e não senti nenhuma dificuldade.

 

O que é fundamental para um líder da área financeira?

Um líder tem que estudar e se atualizar constantemente, ser comprometido e ético.

 

Como tem enxergado o “duelo” entre agências e consultorias?

Cada uma tem um papel e são bem diferentes, a nossa grande vantagem é a criatividade.

Um vídeo da publicitária Sheila Wakswaser

Patrocinado por:
Sapato Site




Imprimir

Eder Fonseca

 
Diretor executivo e editor do Panorama Mercantil.