Política
 
João Dionisio Amoêdo
João Dionisio Amoêdo
João Dionisio Amoêdo
 

“Nada recebido do Governo é gratuito”
João Dionisio Amoêdo – Presidente do partido NOVO

 
07/03/2013
 



João Dionisio Amoêdo começou sua carreira como estagiário do Citibank, em 1988, chegando ao posto de banqueiro, como sócio do BBA, membro do conselho do Unibanco e, agora, conselheiro do Itaú-BBA. Há cerca de um ano, tomou uma decisão inusitada. Com alguns amigos do mercado, resolveu criar um partido para defender os princípios da gestão e de um Estado menor, assim nasceu o NOVO. Ele diz ter recebido incentivo de alguns dos mais conhecidos nomes do setor, como os banqueiros Pedro Moreira Salles e Fernão Bracher, além do ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga. Entusiasmado, chamou o escritório Pinheiro Neto, um dos mais tradicionais do país, para a confecção do estatuto. O vice-presidente do partido será Marcelo Lessa Brandão, ex-executivo do grupo BFFC, que controla marcas como Bob’s, KFC e Pizza Hut. "Temos hoje um ciclo vicioso no cenário político nacional. As pessoas se sentem mal representadas e têm uma péssima avaliação sobre as práticas atuais. O resultado é o afastamento e a pouca participação. Logo, a maioria dos que se envolvem na política o fazem para defender interesses próprios. A não resistência e a ausência de cobrança gera a repetição e, o pior, a perpetuidade deste ciclo", afirma o presidente do NOVO.