Política
 
Lídice da Mata
Lídice da Mata
Lídice da Mata
 

“Defendo o financiamento público de campanhas”
Lídice da Mata – Senadora/BA pelo PSB

 
10/07/2013
 



Lídice da Mata de Sousa, foi eleita a primeira presidenta do Diretório Central dos Estudantes (DCE-UFBA) em 1980. Foi a primeira prefeita de Salvador (1992) e primeira senadora da Bahia (2010). Filha de Margarida da Mata e Souza e do sindicalista Aurélio Pereira e Souza, um comunista histórico, Lídice teve intensa participação nas lutas populares pela Anistia e na campanha das Diretas Já. Em 1992, ainda filiada ao PSDB, Lídice da Mata elegeu-se a primeira prefeita de Salvador, derrotando o candidato de ACM, Manoel Castro, no segundo turno. Em 2010, integrando a chapa majoritária do governador Jaques Wagner, foi eleita a primeira senadora da Bahia, com 3.385.300 votos, juntamente com o petista Walter Pinheiro. "Eu vim do movimento estudantil, de uma militância sem partido e, nesse movimento, me vinculei, me filiei, ao Partido Comunista do Brasil, o PCdoB, quando o partido estava na ilegalidade. Por decisão do próprio partido, à época, nos filiamos ao PMDB para ter uma participação ativa na vida política do nosso País e continuar lutando por liberdades democráticas, liberdade de organização de todos os segmentos da população, inclusive liberdade partidária. (...) Não é apenas o Parlamento que é arrogante. Temos toda uma sociedade brasileira que foi forjada em ditaduras e processos autoritários. Essa constituição do autoritarismo é quase que inerente à formação política brasileira", afirma a senadora.