Artes
 
Carlito Carvalhosa
Carlito Carvalhosa
Carlito Carvalhosa
 

“O princípio da arte é a cópia”
Carlito Carvalhosa – Pintor, escultor, gravador e artista plástico

 
14/01/2019
 



Luiz Carlos Cintra Gordinho Carvalhosa (mais conhecido como Carlito Carvalhosa) é um pintor e gravador renomado. Estudou na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU) e no ateliê de Sérgio Fingermann. Nos anos 1980, integra o grupo Casa 7 e, no fim da década, recebe bolsa do Deutscher Akademischer Austauschdienst, vivendo na cidade de Colônia, na Alemanha, até 1992. Carvalhosa participou da 18ª Bienal Internacional de Arte de São Paulo, em 1985, da Bienal de Havana, em 1986 e 2012, e da Bienal do Mercosul, em 2001 e 2009. Teve exposições individuais no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, em 2013, e no Museu de Arte Moderna de Nova York, em 2011. “As instituições culturais no Brasil são mais casca que substância: há muitos prédios, mas muito poucos têm um funcionamento consistente durante um período longo. Gasta-se uma fortuna na obra, e depois tudo fica largado. Nas artes há no entanto instituições funcionando bem há mais de 20 anos: a Pinacoteca do Estado de São Paulo, o CCBB e o Instituto Moreira Salles em várias cidades, o MAM de São Paulo, o SESC de São Paulo. O MASP está se recuperando muito bem, a Bienal bem ou mal vem ocorrendo desde os anos 50”, afirma o artista plástico e escultor que é criador de obras que envolvem o espectador numa sucessão de interações dos sentidos.