Comunicações
 
ricardo-boechat
ricardo-boechat
ricardo-boechat

Nascido em Buenos Aires, Ricardo Eugênio Boechat é um dos mais influentes jornalistas do país. Boechat já esteve presente em jornais como O Globo, O Dia, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil. Trabalha diariamente como âncora de dois jornais nas redes Band News FM e Band ambas do Grupo Bandeirantes de Comunicação, além de ter uma coluna semanal na revista ISTOÉ. É ganhador de três Prêmios Esso (concedido anualmente a jornalistas e veículos de comunicação que se destacam). Ao trabalhar em reportagens na guerra pelo controle das companhias telefônicas no Brasil, teve sua participação revelada em reportagem publicada na revista Veja em junho de 2001. O colunista foi demitido do O Globo e da Rede Globo, onde tinha uma coluna no Bom Dia Brasil quando a revista publicou trechos de um grampo telefônico em que ele estava revelando ao empresário Paulo Marinho, o conteúdo das matérias que foram publicadas pelo jornal. "A “grande imprensa” é mais imune a pressões externas e internas do que a “média” e a “pequena”. Vulnerabilidade econômica é a porta mais larga de todas para passagem de interesses contrários à notícia isenta. Quanto à parte que me toca, posso falar sobre a Band e sobre O Globo. Jamais sofri qualquer constrangimento em função das opiniões que expresso na rádio e na TV. Jamais. E é notório que muitas delas não coincidem com posições defendidas pela emissora em seus editorais", afirma o jornalista.