Economia
 
Armando Castelar
Armando Castelar
Armando Castelar
 

“Subida do dólar era algo inevitável”
Armando Castelar – Coordenador de Economia Aplicada do IBRE/FGV

 
22/04/2015
 



Armando Castelar Pinheiro é formado em matemática pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada, em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em economia pela Universidade de Berkeley e engenharia eletrônica no Instituto Tecnológico de Aeronáutica. É professor da UFRJ, membro da Comissão de Economia da Federação Brasileira de Bancos, analista da firma de private equity Gávea Investimentos e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo e coordenador do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas. Castelar lecionou na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e foi o chefe do Departamento Econômico do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Foi pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, mas saiu da instituição em 2009. Castelar é um especialista em instituições financeiras e em economia do Judiciário, e é articulista dos jornais Correio Braziliense e Valor Econômico. "O baixíssimo nível de investimento em infraestrutura, estacionado há décadas entre 2,0% e 2,5% do PIB (Produto Interno Bruto), é insuficiente para repor o que é depreciado e ainda expandir a capacidade de oferta. Menos discutida, mas tão ou mais importante, é a baixa eficiência do investimento em infraestrutura; isto é, o quanto de aumento de capacidade de oferta se extrai de cada real investido no setor", afirma o economista.