Música
 
Roberto Menescal
Roberto Menescal
Roberto Menescal
 

“Tenho saudades é do futuro”
Roberto Menescal – Instrumentista, arranjador, compositor, cantor e produtor musical

 
14/11/2019
 



Roberto Batalha Menescal aprendeu a tocar acordeão e dedicou-se ao violão como autodidata. Posteriormente, estudou teoria e harmonia com Guerra-Peixe e Moacir Santos. No ano seguinte, a música "O Barquinho", parceria com Ronaldo Bôscoli, é gravada no LP homônimo de Maysa. Participa da turnê nacional e internacional de divulgação do disco. Entre 1964 e 1968, atua como produtor e arranjador de discos. Em 1968, Menescal e Elis Regina se apresentam no Mercado Internacional do Disco e Editores Musicais (Midem), em Cannes, e excursionam pela Europa. Logo após, André Midani o convida para trabalhar na PolyGram. Torna-se diretor artístico e produz discos de Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil, Chico Buarque, Nara Leão, Maria Bethânia, Jorge Ben Jor entre outros. Suas interpretações são incluídas em trilhas de novelas e filmes e, com Chico Buarque, compõe a canção “Bye, Bye, Brasil” (1979) para o filme homônimo de Cacá Diegues. Com o conjunto Bossacucanova compõe a faixa título e grava o CD "Brasilidade". Dois anos depois, Menescal e Cris Delanno lançam o CD "Eu e Cris". Em 2005, divide o palco com Wanda Sá e Miéle no show Benção Bossa Nova e atua como narrador do documentário "Coisa Mais Linda - Histórias e Casos da Bossa Nova", de Paulo Thiago. Em 2008, apresenta-se com o guitarrista Andy Summers. Três anos depois a dupla lança o DVD "United Kingdom of Ipanema".