Entrevista publicada em 06/02/2019 por Eder Fonseca em Comunicações
 
 

“É importante existir no mundo digital”
Sabrina Brito – Diretora e sócia da agência Simples

Sabrina Brito

“O mercado digital está em constante mudança e é preciso estar atento às novas tendências”, resume Sabrina Brito, sócia e diretora da agência Simples, empresa de comunicação estratégica. Há 12 anos com foco no mercado digital, a agência é pioneira no serviço de redes sociais no Brasil, com expertise em mídia online, marketing digital e desenvolvimento de projetos para web. De lá pra cá a organização com sede no RJ tem criado diversas ações inéditas nas redes sociais de seus clientes e vem conseguindo bons resultados, como foi o caso da primeira campanha plus size, lançada em 2010 para a Duloren, com direito a ação promocional nas redes sociais para seleção da top plus size! Um case de grande impacto e que teve grande destaque na mídia aconteceu em janeiro de 2017. Uma ação promocional na página do Pier Mauá no Facebook, fez com que o número de fãs fosse cinco vezes maior do que o normal, se comparado a este mesmo período de meses anteriores. A promoção, chamada “#VerãoPierMauá” não só aumentou o número de fãs, como fez a hashtag criada exclusivamente para a ação ser adotada em massa em ambas as redes sociais que atua: Facebook e Instagram. A mecânica desta ação de branding, dava a quem fizesse a melhor foto nos arredores do Pier Mauá, ou lá mesmo, um cruzeiro com direito a acompanhante, além de premiar a segunda e a terceira melhores fotos.

 

Sabrina, como você avalia o marketing digital em nosso país?

Depende do setor. O comércio eletrônico, por exemplo, emprega bem as práticas de marketing digital e costuma estar em sintonia com o que acontece no resto do mundo, ou pelo menos correndo atrás de estar. Já os demais setores são um pouco devagar. Vou dar um exemplo, já se aplica técnicas de SEO e inbound marketing por aqui há uns quatro anos, mas para muitas empresas estes serviços são novidades. O marketing digital ainda tem muito a crescer, porque a cada dia mais e mais empresas e pessoas acordam para a importância de fazer algumas ações, senão tendem a ficarem esquecidas no limbo digital.

 

Como podemos ter em mente que uma ação de marketing digital se tornou bem-sucedida?

Existem diversos índices de sucesso, vou citar alguns: aumento do tráfego no site ou blog, assinatura de newsletter ou número de cadastros para download de um conteúdo (ebooks por exemplo), o volume de interações nas postagens feitas nas redes sociais; se for uma promoção, a adesão de pessoas a esta ação; quando o foco for vendas: os leads qualificados gerados. Para cada ação de marketing pode-se definir índices de sucesso antes mesmo de começar e como estamos no meio digital, tudo é mensurável e temos ferramentas gratuitas que possibilitam que vejamos com clareza esses resultados.

 

Quais os principais erros que um especialista em marketing digital jamais pode cometer?

Prometer resultado imediato, até pode acontecer sim, mas na maioria dos clientes o resultado é alcançado de médio a longo prazo. Se isso não estiver claro desde o primeiro momento, talvez até no tempo mínimo de duração de um contrato, a possibilidade do cliente se frustrar antes da hora e largar o investimento nas ações é alto. E quando isso acontece é péssimo para os dois lados: do cliente que consolida a perda dele de dinheiro ao largar a estratégia pela metade; e da agência em investir um esforço maior no início e ter o trabalho interrompido no meio do caminho, antes de se consolidar num bom case.

 

Como se deu o início da Simples?

A Simples abriu em 2005 como agência digital. Desenvolvíamos sites e projetos web complexos, como a primeira ebookstore da América Latina, a Gato Sabido, que acabou sendo vendida para Amazon, e a plataforma de e-commerce da Novo Mundo, uma rede de mais de 130 lojas físicas no estado de Goiás. Mas logo após abrir, em 2006, nós começamos a atuar também na parte de marketing digital. Fomos pioneiros na prestação do serviço de redes sociais por exemplo aqui no Rio de Janeiro. Devido a isso tivemos a oportunidade de startar este trabalho com grandes marcas como Duloren, H. Stern, Buscapé, Bondfaro, Comprafacil.com, Shopping Village Mall, Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Light S.A e outras.

 

Quais as mudanças mais significativas em seu mercado de atuação nesses 12 anos?

Foram muitas! É um mercado em franca expansão de todas as formas. Há 13 anos eu ouvia dizer que o conteúdo seria o futuro da web… hoje é! Antes não era tão essencial estar presente no mundo online, como ter um site, as redes sociais, um blog, fazer assessoria de imprensa nos meios digitais também… a marca até existia e crescia sem isso tudo e o investimento em web era um diferencial, um capricho, digamos assim… Hoje já é bem diferente, estar presente no mundo digital (web e mobile) é fundamental, é o básico, é o que todos precisam ter para ser. Seja um autônomo ou uma grande marca, é importante existir no mundo digital, se for encontrado então, você ganha ainda mais relevância. E se tiver seus canais de comunicação bem construídos e costurados entre eles, você ganha credibilidade. E na verdade, uma coisa que eu sempre falo: ninguém compra um produto ou um serviço, as pessoas compram “confiança”. Credibilidade vende muito bem. Creio que essa é uma mudança significativa, que resulta da mudança do comportamento do consumidor, que hoje vai atrás da informação e toma suas decisões navegando na web. Não temos como fugir, ter canais, se comunicar e demonstrar que domina sua área de atuação, que é capaz de informar quem tem interesse nele e auxilia na tomada de decisão em algum aspecto deste ecossistema, é o básico.

 

Que serviços são oferecidos hoje pela sua empresa?

A Simples atualmente atende demandas de comunicação e tecnologia – como por exemplo, em comunicação atuamos com desenvolvimento de marcas, campanhas, assessoria de imprensa; em marketing digital, atuamos com marketing de conteúdo, redes sociais, SEO, e-mail marketing, mídia online, produção audiovisual; já em tecnologia desenvolvemos projetos web (websites, blogs, software sob encomenda) e aplicativos mobile para iOS e Android.
A diretora

Destaque: A diretora e sócia da agência Simples, Sabrina Brito (Foto: Divulgação)

 

Nos fale um pouco sobre os seus principais cases de sucesso.

Em 2008 tivemos um case nacionalmente famoso, o primeiro leilão virtual no Twitter. Este case foi criado para o nosso então cliente Comprafacil.com, que era um dos cinco maiores players de ecommerce do Brasil na época. A mecânica consistia em leiloarmos um eletrônico no Twitter durante duas horas e o usuário a dar o último lance levava. Começamos com centavos e um produto acabou sendo leiloado cinco vezes mais em conta do que o preço na loja. Este case foi um sucesso não só por ter sido o primeiro deste formato numa rede social, mas por envolver 30 mil usuários em duas horas no Twitter interagindo com a marca!

Outro case bastante relevante da Simples, realizado em 2010, foi a ação promocional Garota Plus Size. A mecânica proposta foi selecionar a garota propaganda da primeira coleção Plus Size da marca Duloren, a maior fabricante de lingerie brasileira, numa ação lançada exclusivamente para as fãs da marca no Facebook. Foram duas semanas recebendo centenas de fotos de gordinhas lindas, foi bem difícil de escolher e deu super certo! Sem falar na mídia espontânea que também curtiu a ideia e a ação acabou sendo bem divulgada em diversos jornais e blogs.

Durante quatro anos, de 2011 a 2015, atendemos todas as demandas digitais do COB, desde o desenvolvimento das plataformas de sites, hotsites e sistemas, como também gestão das redes sociais, que ativamos e ao longo do período já contavam com mais de um milhão de fãs no Facebook por exemplo. Durante este período fizemos diferentes formatos de ações super bacanas, que motivavam a interação dos fãs com o esporte e amadurecia o entendimento do brasileiro em relação aos Jogos Olímpicos e nossos atletas.

Recentemente temos cases feitos para o Pier Mauá, que há quase três anos tem toda comunicação da empresa sob nossa gestão: desenvolvemos o website da empresa com SEO avançado, aplicativo mobile onde o turista pode ver como explorar melhor o Rio de Janeiro, ativação e gestão das redes sociais, que estão super engajadas: Facebook com quase 90 mil fãs e Instagram com 14 mil seguidores; toda gestão de assessoria de imprensa também é feita conosco, estamos sempre emplacando as novidades e suprindo a imprensa de informação nos principais veículos do país.

 

Você é conhecida como uma mentora no mercado digital. Uma boa mentoria pode ser um fator decisivo em uma disputa por espaços mercadológicos?

Pode ser decisiva sim. Uma mentoria bem feita pode ser uma tração motora fundamental. Saber como investir seu capital limitado de forma correta em comunicação por exemplo já é uma ajuda e tanto… fora outras mais conceituais, como posicionamento de mercado, construção de marca e outras informações importantes que ajudam na construção da imagem (marca) e do seu negócio em si (modelo de negócio empresa x persona(s)).

 

O que você considera ser o “arroz com feijão” da comunicação digital do século XXI?

Presença nas principais redes sociais com atualização constante, site com SEO on page e off page, uma boa estratégia de marketing de conteúdo e assessoria de imprensa on e off.

 

Falta sal ou existe acréscimos de temperos na combinação desse “prato” no mercado digital brasileiro?

Sem dúvida ao analisar a atuação de muitas empresas, pode-se parecer que falta sal sim, porque não ousam ou não investem em ações de relacionamento, como uma promoção bacana, uma informação relevante, um post com bom humor, uma dica que vale ser lida, algo fora do esperado… mas no geral, em termos do que podemos fazer… aí já é diferente, acho que temos uma riqueza enorme de temperos, só é preciso ser criativo, entender as ferramentas que temos a nossa disposição para disseminar as boas ideias, e conquistar o ok do cliente pra botar a ação pra rodar! É assim que temos feito nossos cases na Simples!

 

Como potencializar uma marca e suas mensagens neste cenário?

Investindo, ousando e dando continuidade… Marketing digital não é mágica! É preciso ser planejado, é preciso haver orçamento para 12 ou 24 meses, e acima de tudo é preciso ousar para sair do mais do mesmo. Dicas importantes: nas redes sociais a maioria das ações precisam ser impulsionadas através de anúncios pagos para serem vistas… o alcance das postagens orgânicas está enfraquecendo; e para os sites: SEO avançado e um blog pra alimentar mesmo que seja uma vez por semana. As empresas já acordaram para a importância da comunicação no meio digital e estão investindo em conteúdo + SEO para tornarem seus canais relevantes e resultarem nas primeiras páginas do maior influenciador na tomada de decisões do mundo no momento: o Google!

Um vídeo da inovadora agência Simples

Patrocinado por:
Sapato Site




Imprimir

Eder Fonseca

 
Diretor executivo e editor do Panorama Mercantil.