Entrevista publicada em 21/08/2020 por Eder Fonseca em Negócios
 
 

“Foi uma ideia fora da caixa”
Carlos Brunet – Criador da plataforma SATELITEapp

Carlos Brunet

Carlos Brunet é criador do primeiro sistema de aplicativo do mundo que é capaz de conectar, de verdade, as celebridades aos seus fãs. Qualquer pessoa com essa ferramenta, somada de um pequeno cachê artístico, conseguirá realizar uma videoconferência com seu ídolo. O milagre de se conectar às pessoas importantes e de difícil acesso, sejam atores, cantores, esportistas, empresários renomados, é, de fato, concretizado por conta de um cachê artístico, que será pago às celebridades, e, claro, parte da monetização será destinada a projetos sociais. Artistas estarão ganhando dinheiro e ajudando milhares de crianças carentes ao mesmo tempo. Ele atenderá às diversas classes profissionais, realizando a conexão para cursos de música, cursos de idiomas, consultas psicológicas e pré-consultas que poderão se estender por até 35 minutos. Além de conectar os artistas aos seus fãs, o usuário do aplicativo conseguirá realizar, inclusive, suas orações conectado com seus líderes religiosos. O aplicativo, avaliado em mais de um bilhão de reais pelo técnico Marco Carvalho, formado em Ciência da Computação pela Universidade de Nova York, é o primeiro (e único), no mundo na modalidade de videoconferência tarifada, com pagamento em tempo real a partir da sua carteira digital acoplada. O app se chama SATELITEapp, que promete ser o maior agenciador artístico no universo do show business.

 

Carlos, como se deu o seu interesse pelo mercado artístico e esportivo?

Sou empresário artístico, produtor artístico e musical há 20 anos. Atuo também na área de criação e invenção.

 

Qual o insight para a criação da SATELITE?

O projeto SATELITEapp já existe há mais de dois anos. Não foi desenvolvido exatamente para suprir os danos causados pela pandemia mundial, porém, adaptamos algumas ferramentas para a plataforma poder contribuir mais com os afetados. Inicialmente nosso projeto era de conexão de pessoas comuns a estrelas, não importando a classe do astro, se é uma celebridade da medicina, do cinema, da música… ou até um executivo importante.

 

Quais os grandes diferenciais desse app?

O maior deles é o seu carro-chefe: a modalidade de romper o bloqueio que pessoas importantes possuem. Em toda história da humanidade não existe um profissional humanizado e nem robotizado que cumpre e realiza esse papel de conectar diretamente alguém a um astro. E vamos além: conectamos sem intermediários. Essa experiência é incrivelmente única e revolucionária. Criamos essa modalidade e queremos usá-la para fazer o bem.

 

Existia ou existe algo semelhante no mundo?

Nada semelhante. No início era uma ideia audaciosa, extremamente ousada, pelo fato de existir centenas de aplicativos de videoconferências gratuitos no mercado. Lançamos um tarifado, onde o usuário terá que pagar para ter uma live. Foi uma ideia fora da caixa. Dou como exemplo, aplicativos que são construídos para o óbvio, como um app que chama um táxi para você (e aí veio outro app (Uber) com sua missão que era conquistar um jovem a pegar seu carro particular, que ele lava diariamente, aspira, está ainda pagando a prestação do financiamento… e do nada se submete a colocar esse seu bem para servir de táxi, e que muitas das vezes vai receber até vômito durante as madrugadas! A Uber foi uma ideia ousada como a nossa!

 

Conexão entre celebridades e os seus respectivos fãs era algo impensável há alguns anos. Como essa “face” mercadológica permanecerá nas próximas décadas?

O SATELITEapp é o único e primeiro nessa modalidade. O mundo a partir de agora terá outras formas e opções de abordar um investidor famoso e renomado, por exemplo, ou seja, só com um clique e pagando um cachê em real time. Quando alguém se submete a pagar para falar com alguém, é quase certo que não serão assuntos banais. As outras plataformas de redes sociais e seus respectivos chats só funcionam em 3% com os famosos. O congestionamento dificulta e torna impossível essa tentativa de conexão por lá.

 

Com a crise oriunda do novo coronavírus, essa conexão se tornou maior?

Não realizamos uma pesquisa nesse sentido, mas no pico da pandemia, pessoas chegaram a se conectar 100% por sistemas tecnológicos.
O criador do SATELITEapp

Novas Criações: O criador do SATELITEapp, Carlos Brunet (Foto: Divulgação/AP)

 

Como as outras classes profissionais poderão usufruir da plataforma?

Somos uma plataforma World. Pelo SATELITEapp você conseguirá realizar uma consulta com um psicólogo, fazer sua aula de inglês ou de piano. Existe um menu com a função serviços, onde você contrata e localizará de mecânicos a uma contratação de um helicóptero, tudo em tempo real via localizador GPS. Por isso nos chamamos SATELITE. Tudo isso, além do milagre de conectar você aos famosos!

 

As fintechs estão sendo receptivas ao app?

Sim, não teremos como nos restringir, uma vez que nosso lançamento será simultaneamente em mais de 30 países com propósito de alcançarmos 180 nos próximos 6 meses. Quanto mais recursos financeiros para o marketing, melhor

 

O networking é o grande pulo do gato num negócio como o seu?

Nem tanto. Indiretamente entramos sim para esse mundo. Também somos uma plataforma de networking profissional, “conectando o mundo inteiro sem intermediários!” Antes do nosso app existir, você precisaria ultrapassar inúmeras barreiras entre assessores, secretários e seguranças para chegar em um empresário renomado. Hoje na nossa plataforma, com um clique, isso pode acontecer com êxito, mas essa modalidade significa apenas 30% das funções que nosso app oferecerá para a humanidade.

 

Fale um pouco sobre a parte filantrópica do app.

Não é só o lado social filantrópico que é importante para nossa empresa. É bom frisar que além de destinarmos 25% de toda monetização para projetos sociais, outros 50% serão revertidos para a cultura e para o próprio usuário. A nossa plataforma resguarda uma pequena fatia do negócio para custear seu funcionamento. Volto a falar: somos únicos, pois, poucas empresas no planeta podem reverter 75% de seu faturamento para o bem! Somos privilegiados.

 

Como vislumbra o desempenho da SATELITE no futuro?

Como uma dádiva divina. O SATELITE é um app interplanetário (costumamos brincar com essa frase). Nosso satélite está fora de órbita e com seu radar em plena atividade! Quando falamos em ideia divina iluminada por Deus, nos referimos assim por conta da história de vida do autor criador do app, que sou eu, Carlos Brunet, uma pessoa simples que não teve grandes oportunidades na vida, mas que aos 11 anos saiu de casa para morar na casa de conhecidos em busca de empreender seus sonhos. Possuo apenas a terceira série do primário, sou analfabeto e sofro de dislexia grave.

Quando escrevo um texto é com a ajuda do corretor online que a tecnologia nos proporciona. E quando paro pra pensar, estamos desenvolvendo uma ferramenta que pode estar um passo à frente da Google! Hoje se seu carro entrar em pane, você entrará no Google para buscar o contato de oficinas mecânicas. Enquanto você busca opções e anota contatos e endereços por lá, na nossa plataforma em apenas 20 segundos, você já estará falando diretamente por uma videoconferência com algum mecânico mais próximo de você, mostrando seu carro para ele via vídeo… em 3 minutos ele já estará indo ao seu encontro via localizador GPS. Isso a Google ainda não faz, só nós fazemos!

Um vídeo sobre o funcionamento de apps

Patrocinado por:
Sapato Site




Imprimir

Eder Fonseca

 
Diretor executivo do Panorama Mercantil.