Entrevista publicada em 08/11/2019 por Eder Fonseca em Negócios
 
 

“Ousadia é atrevimento com um objetivo”
Luiz Sandoval – Ex-presidente do Grupo Silvio Santos

Luiz Sandoval Formado em Direito, em 1971, pela Universidade Braz Cubas, Luiz Sebastião Sandoval advogou na Jonhson & Jonhson e, depois, no Grupo Silvio Santos. Como advogado, fez vários cursos de especialização na área tributária, um deles ministrado pelo professor Geraldo Ataliba. Em 1982, assumiu a presidência do Grupo Silvio Santos, onde permaneceu até novembro de 2010. Na década de 80, especializou-se em administração, frequentando a Fundação Getulio Vargas (FGV). É palestrante e autor do livro “Aprendi fazendo – Minha história no Grupo Silvio Santos, do Baú da Felicidade à crise no Banco PanAmericano”, publicado em 2011 pela Geração Editorial (São Paulo). Ponderando sobre tantas experiências ao longo dos anos e à frente de grandes empresas, oferece ao público (alunos de administração e profissionais da área) a obra. Lançou recentemente o livro “10 Regras de Ouro Que a Experiência Me Ensinou”, publicada pela Literare Books International. O foco da obra é despertar a reflexão sobre os ensinamentos, que sustentarão as novas regras criadas pelos próprios leitores, de acordo com a realidade em que vivem. Por isso, o autor faz questão de ressaltar: “Construam seu tesouro particular de conhecimento, esse que um dia será também partilhado com outros, compondo o círculo virtuoso e infinito da criação e da difusão de ideias”, afirma o experiente e renomado executivo.

 

O que é fundamental na vida de um executivo que está na posição de comando em uma corporação?

Disciplina, hábitos saudáveis, ter um tempo para si mesmo e para sua família e amigos. Não se negar um super-herói, ser humilde, porém nunca simplório.

 

Liderança é algo inato ou adquirido com o passar do tempo em sua visão?

Liderança é aprendizado, estudar e trabalhar com afinco, liderar não é apenas chefiar: é saber comandar. Um comandante precisa de talento e conhecimento sobre gente. Tem que saber que estará conduzindo pessoas, e não máquinas – e pessoas necessitam de reconhecimento e respeito.

 

O que é liderar para o senhor?

É comandar a equipe motivando-os, apontando-lhes um rumo. É decidir com firmeza, de forma ágil, e ser generoso com seus comandados. É saber reconhecer em público e repreender em particular.

 

A ética é o principal pilar de um grupo empresarial?

Sim, cada vez mais a ética se impõe como uma necessidade básica, quer seja no relacionamento com seus colaboradores, autoridades, concorrentes e clientes.

 

Quais outros pilares são fundamentais para a manutenção e crescimento de um negócio?

Foco no cliente. Descobrir o produto que ele quer, e, até o que ele quer, mas não sabe que quer. Estabelecer uma relação amistosa e duradoura com o cliente. Cumprir compromissos de toda ordem. Respeitar relações de trabalho com seus colaboradores, afinal, são eles que estarão trabalhando para que seu negócio se mantenha. O crescimento será consequência.

 

Vivemos em mundo de grandes transformações e turbulências. Como ter ousadia e determinação em um ecossistema tão complexo como o atual?

Ousadia é atrevimento com um objetivo. Para enfrentar turbulências e transformações é preciso ter capacidade de rápida adaptação. Não espere que o mundo empresarial vá aguardar o tempo que você quiser. “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer” – Geraldo Vandré. Grupo Silvio Santos

Experiência: O ex-presidente do Grupo Silvio Santos, Luiz Sandoval (Foto: Arquivo)

 

Como o senhor lida com o medo?

“O medo é um dos quatro gigantes da alma” (Mira Y. Lopez). É da natureza humana e com muitas graduações. Se a escuridão me amedronta, posso resolver isso com um simples toque no interruptor. Diante de incertezas e inseguranças, tal como jurídicas e de mercado, o que é comum num país como o nosso, o medo deve servir de alerta para melhor planejarmos um negócio, uma atividade ou um empreendimento. Sempre é melhor começar pequeno, crescer com segurança e de forma constante.

 

Esse sentimento é o grande “travador” das grandes realizações humanas em sua análise?

É um dos. Outro é o despreparo. A lição é a aprendizagem constante. Errar é inevitável, mas é melhor aprender com o erro dos outros.

 

Qual o papel dos colaboradores para o sucesso de uma empresa?

Motivados, os colaboradores é que conseguirão que sua empresa tenha sucesso.

 

O que um líder deve fazer para tirar o máximo da performance dos seus colaboradores?

Motivação, acompanhamento e reconhecimento. A equipe precisa que seu líder deixe clara sua intenção e tenha objetivos e metas bem definidos.

 

Qual o principal ensinamento que se leva para a vida quando se dirige um grupo tão expressivo como o Grupo Silvio Santos?

Lealdade. Todo empresário, e Silvio Santos não é exceção, quer a lealdade de seus colaboradores e a recíproca é verdadeira.

Um vídeo do executivo Luiz Sandoval

Patrocinado por:
Sapato Site




Imprimir

Eder Fonseca

 
Diretor executivo e editor do Panorama Mercantil.