Negócios
 
Deivison Pedroza
Deivison Pedroza
Deivison Pedroza

Muitas vezes, compliance, no imaginário de grande parte da população, pode remeter apenas a grandes companhias e setores altamente sofisticados. Entretanto, a realidade é outra. A integridade passou a fazer parte do cotidiano de todas as empresas, das micro às gigantes. Segundo Deivison Pedroza, CEO da Verde Ghaia, mesmo as pequenas, que não possuem tantos recursos para investimentos em setores estruturados de compliance, podem e devem adotar medidas elementares em suas gestões, implementando uma cultura empresarial positiva, ao encontro da lisura e da ética profissional. “Antes, os programas de compliance eram considerados apenas uma vantagem competitiva para as organizações. Hoje são elementos que garantem a sua própria perenidade e sobrevivência no mercado e visam aperfeiçoar a governança e subsidiar melhorias de gestão de riscos; formalizar um compromisso com a ética, retidão e probidade, ganhando força perante os investidores, colaboradores, fornecedores, consumidores e demais stakeholders; identificar e prevenir a ocorrência de fraudes e outras práticas ilícitas; adotar, tempestivamente, ações corretivas e aplicar as sanções necessárias no caso de algum descumprimento. Esses tipos de programas são utilizados também para reduzir exposição das empresas a sanções e ações judiciais e proteger as organizações de danos à sua imagem”, afirma o empresário.