Pensamento
 
Frei Betto
Frei Betto
Frei Betto

O mineiro Carlos Alberto Libânio Christo (Frei Betto) é reconhecido nacionalmente como escritor e também como frade dominicano. É filho do jornalista Antônio Carlos Vieira Christo e da escritora e culinarista Maria Stella Libânio Christo, autora do clássico "Fogão de Lenha - 300 anos de cozinha mineira". Adepto da Teologia da Libertação, é militante de movimentos pastorais e sociais, tendo ocupado a função de assessor especial do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, entre 2003 e 2004. Foi coordenador de Mobilização Social do programa Fome Zero. Frei Betto recebeu vários prêmios por sua atuação em prol dos Direitos Humanos e a favor dos movimentos populares. Assessorou vários governos socialistas, em especial o governo de Cuba, nas relações Igreja Católica-Estado. "Não é a questão do discurso, e sim da postura. A Igreja Católica precisa reformar sua estrutura ministerial e admitir ordenar sacerdotes homens e mulheres casados. O celibato deveria ser optativo. Não há fundamento bíblico para o celibato obrigatório. Prova disso é que Jesus curou a sogra de Pedro. O que faz concluir que Pedro tinha mulher (Marcos 1). (...) Sim, sou favorável à descriminalização. Admiro o sistema francês, que permite à mulher recorrer ao serviço público de saúde quando decidida abortar. Porém, antes que o pedido dela seja atendido, ela é cercada por médicos, psicólogos e ministros de sua confissão religiosa."