Entrevista publicada em 10/07/2019 por Eder Fonseca em Comunicações
 
 

“Temos em nosso DNA a inovação”
Celso Fortes – Fundador da agência de comunicação digital Novos Elementos

Celso Fortes

Celso Fortes é publicitário, fundador da agência de comunicação digital Novos Elementos e autor do livro “Sucesso em Poucas Palavras”. Profissional de referência no mundo digital, já foi citado pelos principais veículos de comunicação como Exame, Revista Isto É e Jornal da Globo. Também foi capa da PEGN como exemplo de empreendedor digital. Com mais de 1100 projetos realizados na Novos Elementos, atualmente está envolvido em alguns startup web e mobile como consultor e investidor anjo. Criador do projeto Beba Água, seu app já é utilizado por mais de 460 mil pessoas no Brasil. Chef profissional e gastrônomo formado pela ADF, é um dos fundadores do Açougue Vegano. Há 12 anos no mercado e com mais de 1200 projetos desenvolvidos, a Novos Elementos é uma agência totalmente focada em internet e marketing digital, atuando na criação e desenvolvimento de aplicativos mobile, sites, portais, marcas e na gestão e monitoramento de conteúdo. Além do desenvolvimento de projetos, são especializados em Redes Sociais, criação e indexação do conteúdo, tornando o website mais visível e bem colocado nos resultados orgânicos dos principais mecanismos de busca. “Acho que a Internet das Coisas (IoT) ainda está engatinhando, e deve ganhar ainda muito espaço, como também acho que temos que buscar formas de aproximar pessoas e empresas que se distanciaram”, afirma o executivo.

 

Celso, quais os maiores erros de uma comunicação que é realizada em um ambiente digital?

Esquecer que mesmo com toda facilidade e mobilidade, são necessários processos e planejamento. Outra questão muito importante é saber identificar com quem está se comunicando e que essa pessoa ou público provavelmente é diferente de você.

 

A internet consegue suprir todas as necessidades e que você considera ser ideal no mundo das comunicações?

Nem todas. A importância do contato presencial ainda é forte, principalmente quando existe a necessidade de emocionar ou encantar realmente algo. A Internet sem dúvida alguma é uma ponte que aproxima e agrega, mas não substitui o contato presencial em muitos aspectos.

 

Em que momento você acredita que a internet teve o pulo do gato para ser o que é hoje?

Acho que no momento que se tornou uma ferramenta de otimização de tempo, encontros e reencontros.

 

Qual deve ser a próxima onda em sua visão?

Acho que a Internet das Coisas (IoT) ainda está engatinhando, e deve ganhar ainda muito espaço, como também acho que temos que buscar formas de aproximar pessoas e empresas que se distanciaram. Para mim o futuro da internet é de mais qualidade e menos quantidade.

 

Como a Novos Elementos se enquadra neste cenário?

Estamos sempre antenados e temos em nosso DNA a inovação. A agência é uma lanterna iluminando o futuro e buscando os melhores caminhos e soluções. É isso que nossos clientes esperam.

 

O que acredita ser o maior diferencial da sua organização?

Já nascemos digitais, não simplesmente nos transformamos digitais. Quando se pensa que isso aconteceu há mais de 12 anos, e que na época Rede Social, Instagram e Facebook não tinham ainda nem nascido. Todos os nossos clientes ouviram pela primeira vez o termo “Rede Social”, pelo nosso time de inovação.
O empreendedor e publicitário

Inovações: O empreendedor e publicitário, Celso Fortes (Foto: Arquivo/Divulgação)

 

Conseguiremos num futuro próximo, ter uma internet um pouco mais aberta, sem a centralização de gigantes como Facebook e Google?

Com certeza, no mundo de hoje não se pode parar, a inovação e o mercado livre norteiam os próximos anos. Já existem soluções interessantes que ainda não são conhecidas do grande público.

 

E a publicidade neste âmbito, está indo para um caminho que considera ser o ideal?

Acho que ainda está muito agressiva e inconveniente. Mas às vezes campanhas mesmo muito segmentadas, sem querer atingem o público errado e criam uma grande taxa de rejeição

 

É possível distinguir um marketing digital eficiente daquele que se vende como eficiente?

É muito simples, basta medir a conversão. Muitos acham que estão fazendo marketing digital, mas, na verdade, estão fazendo presença digital. O orçamento também é um grande termômetro.

 

Gostaria que falasse sobre um projeto interessante seu que é o aplicativo Chef Airfryer.

O Chef Airfryer como a maioria dos meus projetos nasceram com uma necessidade individual minha. Comprei uma Airfryer na época e não achei receitas para utilizar. Nesse momento notei que existiam milhares de pessoas com o mesmo problema que eu. Assim surgiu o app Chef Airfryer.

 

Na internet, o sucesso é feito em poucas palavras?

Nem sempre… Mas ele é feito como em todo ambiente e cenário, com muito trabalho, persistência e uma pitada de sorte.

Um vídeo do executivo Celso Fortes

Patrocinado por:
Sapato Site




Imprimir

Eder Fonseca

 
Diretor executivo e editor do Panorama Mercantil.